2011-04-14

Escreve comigo o presente


Vem, senta-te a meu lado.
Segura a minha mão, encosta a tua cabeça no meu ombro e ajuda-me a escrever.
Deixa as nossas mãos percorrerem as linhas em branco de um futuro ainda por realizar.

Escreve comigo o presente, o nosso presente.
Diz-me com que letras escreves as palavras em ti e mistura-as com as palavras em mim numa amálgama de sentimentos, de emoções reais jamais imaginadas por nós, em nós, nas palavras de nós.
Faz de nós o sujeito na conjugação do verbo amar, personagens principais desta história de encantar.
Conta-me com que cores pintas o sol que amanhece todos os dias e fala-me da lua que nos embala em noites de sonhos realizados.
Descreve-me o turbilhão de sensações que percorrem os nossos corpos unidos pelo sentimento.
Canta-me letras de músicas de amor, ritmadas pelas batidas dos nossos corações acelerados.
Quero que me digas tudo o que pensas, o que queres, o que sonhas e, sobretudo, quero que me digas o que sentes.
Mas….
Não o digas já!
Agora…
Apenas … 
Cala-te e beija-me...
video