2011-02-08

Chamando por ti


Venho como vento vagabundo
Sonhando solidão...

Solidão sou eu
Vestida de escuridão...

De manhã lembro-me de ti
À tarde em ti vou sonhando
Contigo me deito
Delirando venho ao amanhecer...

O teu olhar gravou em mim
Este amor eterno e profundo...

Chamo por ti
Mas tu estás longe...
Foste embora sem mim...
Levaste os beijos sem fim...

E tantos dias passaram sem bonança!

O barco virou e as águas
Afogaram a esperança...

Às voltas despedaçada
À procura de um destino
Talvez um dia o encontre
Ou então fique assim
Amando-te só para mim...

Posso apenas viver mais um dia
Ou uma eternidade
Quem sabe? 

Apenas tenho a certeza
Que todo o tempo que me resta a ti pertence...

Nele nada mais farei que amar-te só para mim!
video